Pesquisar este blog

segunda-feira, 13 de março de 2017

Intercom Sul será em Caxias do Sul. Inscrições abrem na quinta,13

O XVIII Congresso de Ciências da Comunicação da Região Sul acontecerá de 15 a 17 de junho na Universidade de Caxias do Sul (UCS), na cidade de Caxias do Sul, RS.

A submissão de trabalhos no EXPOCOM, nas Divisões Temáticas e no Intercom Júnior tem prazo para fazê-lo até 19 de abril. Nestes casos, a data limite para o pagamento da taxa de inscrição é o dia 17 de abril.
As inscrições para o Congresso abrem na próxima quinta, dia 16 e encerram no dia 29 de maio.
Confira calendário abaixo: 

CALENDÁRIO SUL 2017
INÍCIO
TÉRMINO
Inscrição no Congresso
(atentar para as trocas de valores na tabela abaixo)
16/03/2017
29/05/2017
Expocom
período para IES indicar trabalhos e alunos líderes
16/03/2017
19/04/2017
Submissão de trabalhos
período de submissão de trabalhos: Expocom, DT e IJ
16/03/2017
19/04/2017
Data limite para os interessados em enviar trabalhos pagar boleto da taxa de inscrição

ATENÇÃO: os coautores também devem pagar até essa data

17/04/2017

sexta-feira, 23 de setembro de 2016

Congresso Nacional de Estudos Comunicacionais da PUC Minas em Poços de Caldas

O curso de Publicidade e Propaganda da PUC Minas em Poços de Caldas e o Grupo de Pesquisa em Estudos Comunicacionais (GPEC) anunciam o 1o Conec: Congresso Nacional de Estudos Comunicacionais da PUC Minas em Poços de Caldas. O evento, que será realizado nos dias 3 e 4 de novembro de 2016 na Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais campus Poços de Caldas, recebe propostas para apresentações até o dia 1º de outubro.
 O Conec abordará, nas conferências desta edição, o tema “Questões Contemporâneas da Comunicação e da Publicidade” e pretende ser um espaço de reflexão e de debate para professores, pesquisadores, alunos de pós-graduação e de graduação do Brasil.
  O congresso contará com sete Grupos Temáticos (GTs), que abrigarão as comunicações aprovadas:
 GT1: Comunicação, Propaganda e Marketing - gt1conec@gmail.com;
GT2: Comunicação e Discurso - gt2conec@gmail.com;
GT3: Comunicação e Culturas Midiáticas - gt3conec@gmail.com;
GT4: Comunicação e Política - gt4conec@gmail.com;
GT5: Comunicação, Imagem e Produção Audiovisual - gt5conec@gmail.com;
GT6: Comunicação, Consumo e Tendências - gt6conec@gmail.com;
GT7: Comunicação e Convergência Midiática - gt7conec@gmail.com;
  As propostas para comunicações orais devem ser apresentadas em resumos contendo 900 a 1.100 caracteres com espaço, título e palavras-chaves, submetidas para um dos sete GTs do evento. Podem participar do evento, como apresentadores de trabalho, graduandos, alunos de pós-graduação (stricto e lato sensu), mestres e doutores em Comunicação Social e demais áreas afins.
CONFERENCISTAS
Estão confirmadas as conferências de Paulo Bernardo Vaz (UFMG), Vander Casaqui (ESPM), Mozahir Salomão Bruck (PUC-MG) e Eduardo de Jesus (PUC-MG). As conferências abordarão o tema da edição do 1º Conec.
DATAS IMPORTANTES
Envio de resumos01/10/2016
Divulgação dos resumos aprovados:  09/10/2016
Inscrições:
Até 10/10/2016: R$35,00 para graduandos e R$50,00 para demais pesquisadores;
De 11/10/2016 até 27/10/2016: R$50,00 para graduandos e R$70,00 para demais pesquisadores;
Inscrição sem apresentação de trabalho (ouvinte): R$35,00 até 10/10/2016 e R$50,00 até 02/11/2016.

VIII Encontro Sul-Americano de Design: chamada para submissões

A Comissão Científica do VIII Encontro Sul-Americano de Design convida os pesquisadores da comunidade acadêmica a submeterem trabalhos com resultados de suas pesquisas ao Suldesign Científico, a ocorrer de 7 a 9 de novembro de 2016 no Centro de Artes da Universidade Federal de Pelotas.
Evento: O Suldesign Científico é um evento acadêmico promovido pelo Suldesign Estúdio do Centro de Artes da Universidade Federal de Pelotas. Desde 2011, o Suldesign Científico faz parte do Encontro Sul-Americano de Design (Suldesign) com foco em grupos de trabalhos especialmente na área do Design.
Público: O evento é voltado a pesquisadores, professores, estudantes de pós-graduação e de graduação da área do Design e de áreas correlatas.
Modalidades: Com o objetivo de atender as demandas específicas dos pesquisadores participantes e de garantir espaços de discussão mais alinhados, haverá uma importante mudança na estrutura do evento científico desta edição. Os pesquisadores mais experientes, como professores e estudantes de doutorado e de mestrado, estarão em diferentes modalidades dos alunos de Iniciação Científica e de recém graduados. Além do nivelamento de pesquisadores seniores, espera-se com essas modalidades garantir maior participação dos estudantes em suas respectivas seções.
Para a modalidade Grupos de Trabalho serão aceitos trabalhos de doutores, mestres, doutorandos, mestrandos e pós-graduados.Para a modalidade Iniciação Científica serão aceitos trabalhos de estudantes de graduação e de recém graduados (até 1 ano da graduação).
Destaque: os dois melhores artigos do evento serão publicados no periódico científico CHAPON, com primeiro número confirmado para o primeiro semestre de 2017.
Submissões: para submeter trabalhos efetue seu cadastro na seção cadastro e logo após inicie a submissão pelo link Nova submissão na Página do usuário. Antes de submeter o trabalho, efetue a leitura das Diretrizes para Autores desta conferência.
Datas importantes:
Submissão de trabalhos: de 21 de outubro a 16 de outubro
Aviso aos autores de submissões aceitas: 21 de outubro
Inscrição de autores: de 17 de setembro a 28 de outubro
Inscrições de ouvintes: de 17 de setembro a 4 novembro
 Mais informações em: http://suldesign.wdhousecdn.com.br

Chamada de trabalhos para o VI Encontro Nacional da ULEPICC Brasil 2016

Mídia, poder e a (nova) agenda do capital é o tema do VI Encontro Nacional da ULEPICC Brasil 2016 – Capítulo Brasil da União Latina da Economia Política da Informação, da Comunicação e da Cultura, a ser realizado de 9 a 11 de novembro em Brasília/DF, pela Faculdade de Comunicação da Universidade de Brasília – FAC/UnB. A chamada de trabalhos está aberta até 30 de setembro.
Os recentes acontecimentos que levaram no Brasil, como na Venezuela, Equador, Honduras, Paraguai, à ruptura institucional tornaram explícitos os desafios e fragilidades da democracia liberal, em países com as características históricas e culturais dos latino-americanos. O  jogo de cena parlamentar e suas reverberações nas redes e mídias expõem e ao mesmo tempo encobrem disputas econômicas, maiores ou menores, das quais são as manifestações exteriores e sobre as quais retroagem, na dialética maior da luta de classes, que envolve a luta por classificações, significações, simpatias e repúdios. Pensar essa nova forma – midiática – de golpe, apoiada nas instituições da democracia liberal, Congresso e Justiça, torna-se um imperativo. Ademais, neste contexto, uma questão se coloca: como se reordenarão as pautas nos campos da comunicação e da cultura a partir de agora em nosso país.
Os interessados deverão enviar resumo expandido, de em média 500 palavras, salvo em PDF, tendo como nome do arquivo o sobrenome do autor ou autores, para o e-mail ulepiccbrasilia@gmail.com. O parecer sobre o aceite ou a recusa do trabalho será enviado para o e-mail do autor/autores até cinco dias úteis após o final do prazo de submissão de artigos.

terça-feira, 9 de agosto de 2016

Pesquisa revela interesse dos brasileiros em relação à Ciência e Tecnologia

                                                                
Em 2015, o Centro de Gestão e Estudos Estratégicos (CGEE) e o Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI) promoveu a quarta edição da pesquisa: Percepção Pública da Ciência, Tecnologia e Inovação no Brasil. O estudo fez um levantamento sobre o grau de informação e conhecimento dos brasileiros em relação à Ciência e Tecnologia (C&T).

Já em 1979 foi realizada a primeira enquete sobre percepção pública da C&T nos Estados Unidos. A ação se repetiu ao longo dos anos seguintes no país. No entanto, o Brasil só fez sua primeira enquete em 1987, e duas pesquisas amplas em 2006 e 2010. Na pesquisa realizada em 2015, foi utilizado como base um questionário com 105 perguntas. Foram analisada a percepção dos brasileiros sobre temas relacionados ao C&T, que têm relevância e impacto nacional. 

A enquete foi aplicada em brasileiros com faixa etária inicial de  16 anos ou mais, divididos por gênero, escolaridade e renda declarada, segundo os dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). As informações foram coletadas em entrevistas realizadas em todas as regiões do Brasil. A caracterização dos entrevistados foi feita por meio do levantamento do perfil sociodemográfico e de avaliação das condições de vida e moradia. Um estudo preliminar baseado em pesquisas anteriores aplicadas no país examinou a formulação das perguntas quanto as escalas de resposta e organização dos dados. 

O interesse dos brasileiros sobre assuntos relacionados ao C&T é bastante elevado, no entanto, o acesso à informação científica e tecnológica é precário, especialmente em camadas sociais de menor escolaridade e renda salarial. Entre as enquetes de 2010 e de 2015, o interesse declarado caiu para a maioria dos assuntos. A TV é o meio mais utilizado para adquirir conhecimento em relação ao C&T. De acordo com a pesquisa, o nível de consumo de informação científica através deste meio e do rádio se manteve estável nos últimos anos, enquanto o acesso à informação científica em jornais, livros e revistas, que já era reduzido em 2010, decaiu ainda mais em 2015.

Os brasileiros  consideram os cientistas como fonte confiável de informação.  Com base em dados pesquisados em 2006, os cientistas  têm o nível mais alto de confiança entre os atores sociais , acima de jornalistas e médicos.